Antes de mais nada, é preciso ressaltar que a infertilidade masculina não significa que o homem não poderá ter filhos. Hoje em dia, com os diversos tipos de tratamentos, existem várias formas que ajudam o paciente a encontrar uma forma de realizar o seu sonho.

No entanto, existem alguns fatores externos que podem causar a infertilidade masculina. As mais conhecidas estão relacionadas a alterações hormonais e algumas patologias.

Principais fatores que fazem com que sejam inférteis

Uma das principais causas da infertilidade masculina pode ser a dificuldade da produção do sêmen e espermatozóides, que afetam as chances da fecundação acontecer – seja em volume ou qualidade.

Por outro lado, outros problemas podem causar infertilidade, como a varicocele, condição que causa uma dilatação anormal das veias testiculares. Essa doença causa uma dificuldade no retorno venoso, o que acaba atrapalhando a qualidade do sêmen.

Além disso, infecções relacionadas ao genital masculino podem ocasionar a obstrução do trato reprodutivo e também influenciar na produção de sêmen. Assim como problemas nos testículos, como uma simples torção ou trauma, resultando em uma isquemia e uma disfunção temporária.

E como homens inférteis podem ter filhos?

Técnicas de Reprodução Assistida, elas permitem que muitos problemas seminais sejam resolvidos. Homens que acabam tendo dificuldades de engravidar a parceira podem recorrer a tratamentos modernos, como é o caso da Fertilização In Vitro (FIV).

Um dos tratamentos mais utilizados, a Fertilização In Vitro, normalmente, é associada à Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI), que nada mais é que a injeção de um único espermatozóide dentro do óvulo.

Existem algumas maneiras de realizar a ICSI: a partir de uma amostra de sêmen ou por meio de biópsia testicular. Nestas técnicas, é feita a coleta dos espermatozoides e, na sequência, são selecionados os de melhor qualidade, que serão utilizados para a fecundação dos óvulos.

Open chat