fbpx

Embora a vasectomia seja um método contraceptivo, é possível fazer a reversão da cirurgia, caso o homem queira ser pai novamente. Geralmente, a opção por reverter a vasectomia acontece diante de um novo relacionamento ou em decorrência da perda de um filho. As razões podem ser várias, mas todas são pessoais e devem ser respeitadas.

Para passar por essa nova cirurgia, o homem precisa buscar o médico urologista.

Apesar disso, é importante pontuar que, apesar de ser possível “desfazer” o método, não são todos os casos que possuem indicação, que deve acontecer com critério. Por exemplo, a reversão depende da técnica que foi aplicada, depende de quanto anos foi realizada a primeira cirurgia, entre outros fatores. Outra observação é que nem todos os homens terão a fertilidade recuperada. Mas não há motivos para desistir!

O sonho de engravidar não será esquecido. A fertilização in vitro (FIV) é uma alternativa à reversão da vasectomia. O tratamento de reprodução assistida seguro é uma das técnicas que mais tiveram aprimoramento nos últimos anos, e no caso dos homens com vasectomia, o processo continua sendo o mesmo. Não é necessário passar por nenhuma intervenção cirúrgica, por nenhum procedimento invasivo.

Por isso, a recomendação é que o casal que pensa em fazer a reversão da vasectomia ou a FIV, procure a avaliação do médico especialista em reprodução assistida. Após uma longa conversa e análises clínicas (exames), serão mencionados os prós e os contras de cada método, além de saber se o casal tem indicação.