fbpx

Não existe um tempo exato para que a mulher consiga engravidar naturalmente, mas cerca de 80% dos casais com menos de 35 anos conseguem conceber um filho num período de seis meses a um ano. Se a mulher tem mais que 35 anos, o correto é procurar ajuda médica após seis meses de tentativas.

Quanto mais tardiamente o homem e a mulher tentarem gerar um filho, mais difícil é a concepção. E, se após um ano o casal não conseguir engravidar, isso pode ser um sinal de que algo não está certo. Por isso o ideal é que tanto o homem quanto a mulher procurem seus médicos para realizar exames e saber se está tudo bem com a sua saúde.

Os exames solicitados pelo especialista são específicos e capazes de encontrar onde e qual é o problema. Nos homens, o mais comum é pedir o espermograma, que identifica a fertilidade do homem a partir da análise do sêmen em laboratório. Para as mulheres, são diversos exames como de sangue, urina, ultrassom, raio X do útero e das trompas, biópsia de endométrio e laparoscopia.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 15% da população mundial tem dificuldade para engravidar. É importante que durante o tempo de tentativas, o casal esteja relaxado e sem ansiedade ou estresse, pois o estado emocional pode interferir na concepção. Além disso, caso a gestação não ocorra nesse período, o casal precisa entender que existem vários fatores que podem ter contribuído para a falha e que apenas um especialista poderá ajudar a saber o que está ocorrendo com o corpo do homem e da mulher.

O casal precisa saber que, embora ainda não tenha engravidado, existem diversos procedimentos que permitem a chance de uma gestação saudável, como coito programado, inseminação intra-uterina (conhecida como inseminação artificial) e fertilização in vitro.

Para saber mais sobre outros tratamentos, clique aqui.