fbpx

Homens que fazem tratamento para infertilidade devem prestar atenção no tipo de alimento que estão consumindo. Especialmente naqueles que são considerados saudáveis, como os que são preparados à base de soja.

Uma pesquisa realizada pela faculdade de saúde pública da Universidade Harvard (EUA) constatou que a ingestão diária do equivalente a meio copo (100 ml) de leite de soja pode diminuir pela metade a contagem de espermatozóides no sêmen.

Alguns estudos em animais já apontavam uma relação entre o consumo de isoflavona (fitoestrógeno encontrado na soja) e a infertilidade. O trabalho da Universidade Harvard, publicado no periódico “Human Reproduction”, é um dos primeiros e o maior realizado com humanos.

Durante seis anos, foi analisado o consumo de 15 alimentos à base de soja por 99 homens em tratamento para infertilidade. Os que ingeriam maiores quantidades apresentaram cerca de 41 milhões de espermatozóides por ml a menos do que os que não comiam soja. Considera-se normal a contagem de 80 a 120 milhões de espermatozóides por ml.

A pesquisa também mostrou uma forte relação entre sobrepeso, consumo de soja e menor número de espermatozóides.

 

Fonte: Folha de São Paulo – Equilíbrio – 11/09/08