fbpx

Kreuscher B.C., Rosa V.B. , Lucca J.A. Schuffner A.JBRA Assist. Reprod 2013, in press

Objetivo: Este trabalho teve como objetivo fazer uma revisão bibliográfica dos trabalhos que abrangem assuntos sobre a birrefringência da zona pelúcida.

Materiais e Métodos: Levantamento bibliográfico em revistas científicas tais como: Fertility Sterility; Human Reproduction, Reproduction BioMedicine Online; Revista Brasileira de Análises Clínicas; Revista Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia; o manual de procedimentos da Red Latinoamericana de Reproducción Asistida; entre outros. A variação de data de busca nos artigos selecionados foi de dez anos (2001 a 2011).

Revisão de Literatura: Os esforços para identificar parâmetros confiáveis ??para a avaliação da qualidade do oócito são uma prioridade para a execução da técnica de Reproduçao Humana Assistida. A birrefringência da zona pelúcida está sendo estudada para identificar o oócito com o maior potencial de desenvolvimento para se tornar um embrião com maiores chances de desenvolvimento, sendo que a camada interna da zona pelúcida pode ser proposta como marcador de qualidade do oócito.

Discussão: Algumas pesquisas concluíram que oócitos com alta birrefringência tem maiores chances de fertilização e que a birrefringência da zona pelúcida diminui à medida que as fases de maturação oocitária ocorrem.

Conclusão: Esta revisão mostrou um possível potencial benéfico da luz polarizada na avaliação da birrefringência da zona pelúcida, podendo portando ser utilizada como preditor da qualidade oocitária.

Palavras chave: infertilidade, FIV, ICSI, birrefringência, zona pelúcida.