fbpx

Este trabalho objetiva o relato de uma gravidez ectópica em paciente submetida á ciclo de indução da ovulação para fertilização in vitro (FIV) com transferência embrionária transcervical, e com história de cirurgia laparoscópica diagnosticando aderências pélvicas como questionável seqüela de prévia apendicectomia, que evoluiu com gestação tubária direita homolateral à gestação ectópica pós-concepção natural. Discute, ainda, fatores de riscos associados à gestação tubária relacionada à FIV.

Mais importante é conscientização da necessidade do diagnóstico precoce dessa complicação para que consiga, de forma menos invasiva e mais efetiva, sucesso no tratamento e, ainda, orientar sobre a possibilidade dessa ocorrência, mesmo após a transferência embrionária intra-uterina.