fbpx

Este caso relata uma gravidez bem-sucedida e nascimento após a transferência de embrião derivado de óvulo com apenas um pró-núcleo (PN). O casal havia se submetido a quatro ciclos de indução da ovulação com três transferências embrionárias. Esta paciente tinha uma diminuição da reserva ovariana, evidenciados através de um volume ovariano pequeno, FSH elevado e má resposta à estimulação ovariana previamente. Na primeira tentativa em nosso serviço, foi proposto um protocolo curto com microdose do agonista do GnRH.

A observação de um único PN no tempo habitual de checagem de fertilização pode não parecer ser um indicador absoluto de incompetência no desenvolvimento.

Uma vez que não se tinha outros embriões disponíveis, e sucessivas falhas anteriores, este embrião foi transferido, resultando uma gravidez a termo com nascimento de uma criança saudável do sexo masculino.

Ribas CLJ, Schuffner A. Criopreservação em Reprodução Humana. In:PIAZZA, Mauri José. Ovário – Fisiologia e Fisiopatologia. Rio de Janeiro: Ed. Revinter. 2003.