fbpx

Chemin A., Rosa V.B. , Lucca J.A. Schuffner A.JBRA Assist. Reprod. | V. 17 | nº3 | May-Jun / 2013

RESUMO

Nos últimos anos, a utilização clínica da imagem do fuso meiótico tem sido sugerida como um possível recurso para obtenção dos melhores embriões, melhores taxas de implantação embrionária e gravidez. O fuso meiótico controla os movimentos dos cromossomos durante as diferentes fases da meiose. A imagem do fuso meiótico em oócitos “in vivo”, através da microscopia de luz polarizada, permite aos embriologistas a avaliação morfológica do fuso meiótico de forma não invasiva. Portanto esta técnica pode ser utilizada com sucesso na escolha do melhor momento para ICSI. Segundo os autores, ainda é discutível os resultados desse parâmetro, assim sendo sugere-se a utilização em forma conjunta com outras técnicas com o objetivo de alcançar melhores resultados clínicos.

Palavras-chave: fuso meiótico, octax, desenvolvimento embrionário, ICSI, Seleção oocitária.