fbpx

Lucca JA, Rosa VB, Peixoto AP, Schuffner A. Jornal Brasileiro de Reprodução Assistida. v.15, n.5. p.87, 2011.

Objetivo: Apresentar um estudo epidemiológico apontando as principais características dos casais que buscaram o serviço de reprodução assistida no primeiro quadrimestre de 2011.

Método: Foi realizado estudo retrospectivo com 81 casais que se submeteram a ciclos de FIV na Clínica Conceber, no primeiro quadrimestre de2011. Foram avaliadas as seguintes características: faixa etária; tipo de procedimento; causa de infertilidade; protocolos de estimulação utilizados.

Resultados: Faixa etária: ? 34 anos 35,8%;35ª 39 anos 37,0%;?40anos 27,2%; 7 receptoras de oócitos com idade média de 41 anos. Tipo de ciclo: fresco 93,8%, embrião criopreservado 2,5%, oócito criopreservado 3,7%, sendo7,4% ciclos com doação de oócitos. Causa de Infertilidade: causas múltiplas15,5%, sem causa aparente 10,3%, só feminino 37,9%, só masculino 24,1%, sótubário 12,1%. Protocolo utilizado: agonista do GnRH (AG) 13,2%, sendo AG+Rfsh4,4%, AG+HMG 5,9%, AG+HMG+FSH 2,9%; antagonista do GnRH (ANTA) 85,3%, SENDOANTA+HMG+Rfsh 14,7%; NATURAL 1,5% . A idade média das pacientes que utilizaramagonista (p=0,02).

Discussão: a maior parte dos pacientes tinha 35-39 anos (41,1%). Salientamos que apenas 2,7% dos ciclos realizados foram de embriões criopreservados, possivelmente isso ocorre, pois, a maioria dos nossos embriões écriopreservados em estágio de blastócito. Como causa de infertilidade, o fator” só feminino” foi o mais comum (37,9%) e o “sem causa aparente”, o menos prevalente (10,3%).Neste período,85,3% dos ciclos foram realizados utilizando o protocolo com antagonista do GnRH. Em 1,5% dos casos foi realizado com ciclo natural, optado em pacientes com baixa resposta ovariana em ciclo prévio de estimulação.

Resumo apresentado no XV Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida – Florianópolis, 2011.