fbpx

Peixoto A.P., Rosa V.B., Lucca J.A., Schuffner A.

Introdução: Não existe até o momento um consenso em relação a qual o melhor protocolo a ser escolhido para um ciclo de fertilização In vitro. Em Nosso serviço o objetivo é a individualização de cada caso.

Objetivo: Analisar a taxa de gravidez obtida, incluindo gestações bioquímicas, com diferentes protocolos de indução de ovulação para ciclos de FIV realizados na clínica no período de janeiro de 2011 a março de 2012.

Método: Foi realizado um estudo observacional com um total de 185 pacientes, sendo estas divididas em três grupos, de acordo com os protocolos utilizados: 88 receberam hMG isolado (grupo 1), 63 receberam FSH-r isolado (grupo 2) e 21 receberam FSH-r associado a hMG (grupo 3). A média de idade foi de 35 anos para o grupo 1, 33 anos para o grupo 2 e 37 anos para o grupo 3. O principal fator de infertilidade foi causa feminina para os três grupos. Em relação ao uso de agonista ou antagonista de GnRH, optou-se por agrupar estes 02 subgrupos, sendo o esquema com antagonista o principal utilizado (93%).

Resultados: Conforme análise estatística realizada pelo teste chi-quadrado e considerando um p<0,05 como critério para significância estatística, observou-se que a taxa de gravidez positiva (clínica) foi semelhante nos 03 grupos: 30,0% para o uso de hMG isolado versus 34,9% para o uso de FSH-r isolado versus 33,3% para o uso de FSH-r associado a hMG (Gráfico 1). Também não houve diferença estatística entre os grupos em relação às taxas de gravidez negativa e de gravidez bioquímica. Discussão: Inúmeros estudos são constantemente realizados comparando os diversos protocolos de estimulação ovariana controlada e sua eficácia. No entanto, não existe um consenso para cada grupo, devendo cada paciente ser analisada individualmente de acordo com a idade, fator causal da infertilidade, resposta anterior a outros tipos de protocolos, entre outras variáveis. Este estudo mostrou uma taxa de gravidez positiva semelhante com os 03 principais tipos de protocolos utilizados em ciclos de FIV. Poster apresentado no 16º Congresso Brasileiro de Reprodução Assistida, em Guarujá, SP.